Pastor José Britto Barros, o ANDARILHO

fevereiro 17, 2010

ENCURVADOS OU ERETOS

Filed under: Favos de Mel — pastorjosebrittobarros @ 12:00 AM

 E estava na sinagoga uma mulher que tinha um espírito de enfermidade havia 18 anos e andava curvada e não podia de modo nenhum endireitar-se. E vendo-a Jesus, chamou-a… e pôs as mãos sobre ela. Lucas 13.10 e 12.

Dezoito anos de escravidão Dezoito anos andando encurvada. Que vida! Como estamos nós, encurvados ou eretos? Se encurvados, há quanto tempo? E o que nos faz ficar encurvados? Se você está encurvado não precisa continuar dessa forma. Jesus chama você para resolver esse problema. Mas aquela mulher tem alguma coisa a nos ensinar: 1. Mesmo doente e oprimida ela foi para a sinagoga que era  o lugar de adorar a Deus. Nossos males físicos não são desculpas para nos ausentarmos de reuniões de adoração. 2. Imagine o constrangimento de andar pelas ruas naquela posição… Mas ela ia. As dores (já perguntei a uma senhora de grande corcundez sobre suas dores e ela me disse que eram terríveis) não a impediam dessa caminhada rumo a casa de Deus. 3. Quando Jesus chamou-a ela obedeceu. Creio que chamou-a para chegar à frente. Você diria? Todos olhando? Mas ela foi. Gostamos de obedecer Jesus? Essa é coisa mais importante de qualquer culto – Obediência a Cristo. 4. Críticos nunca faltam. O chefe da sinagoga ficou INDIGNADO. Não se admire até de Pastores indignados com você, o que vale é o chamado de Jesus. Vejamos o que Jesus faz. I) Ele nos vê. Não somos ignorados por Cristo. Somos objeto do seu olhar de graça e misericórdia. Jesus viu todo o sofrimento daquele corpo e daquela alma que estava prisioneira de Satanás. Jesus está me vendo e vendo você. II) Jesus chamou-a. Está escrito: CHAMOU-A  A SI. É isso mesmo, Ele nos quer bem de perto. A anormalidade daquela pobre mulher não foi motivo para que Ele não a quisesse perto de si. De modo geral fugimos de pessoas anormais. Tentamos escapar dos que tem defeitos físicos. Jesus não. Ele nos chama para bem perto de si. III) Jesus falou com ela. Quem falava com ela? Creio que ninguém, só havia olhares de reprovação pela sua presença. Talvez suas roupas fossem diferentes… Ah! Quanta marginalização existia e ainda existe hoje. Felizmente Jesus está acima de todas essas limitações. IV) Jesus tocou-a, colocou-a a mão sobre sua costa encurvada. Imagine aquela sensação… Você é tratado por alguém de modo especial? Há toques de rejeição, de marginalização… Jesus não, Jesus nos toca para fazer-nos libertos de antigos males e marcas dolorosas! Deixe-se tocar por Jesus. Ele vai mostrar quanto ama você! Jesus declarou-a livre da sua enfermidade e logo ficou ereta; e mais, Jesus a disse FILHA DE ABRAÃO! Sim, isso mesmo, magistral, estupendo, grandioso! Quem ali chegara encurvada ao peso de tantos males voltava ao lar totalmente libertada por Jesus. Ao passar de volta pela mesma rua por onde viera todos estavam olhando. Alguns diziam: Olha, olha, ela agora já não é corcunda! Bendito Jesus que leva minhas mazelas e me faz andar ereto, libertado por suas mãos de poder e de amor.

Pensamento para o dia: Não posso mais viver olhando para baixo pela curvatura do mal! Olho para o alto porque Deus me libertou da corcundez de meu viver infeliz. Bendito seja o Senhor.

Anúncios

fevereiro 16, 2010

UM AUDITÓRIO MACABRO

Filed under: Favos de Mel — pastorjosebrittobarros @ 12:00 AM

E o Senhor me disse: Profetiza sobre estes ossos e dize-lhes: Ossos secos, ouvi a palavra do Senhor. Ezequiel 37.4

É algo que dá para pensar. Se eu fosse o pregador preparando o sermão e Deus me levasse ao cemitério – vale de ossos secos – como levou Ezequiel e me ordenasse pregar aos ossos secos… Que terrível! Estamos acostumados ter diante de nós dezenas de rostos com olhos abertos, sorrisos nos lábios e Deus nos levar a um vale de ossos secos… Para o profeta foi uma provação. E agora, Ezequiel? Você pensava que iria ter um grande auditório… Qual foi o seu maior auditório? Pessoalmente preguei em muitos congressos, Convenções, Retiros, inclusive no templo de Vila Mariana – S. Paulo com, segundo disseram 3000 pessoas (Assembleia da CB Brasileira, janeiro de 1966) e numa tarde tive que substituir o Bozo que não chegou e havia 4000 crianças (foi isso que me informaram) a sua espera no Espaço Cultural… Mas falar num cemitério a milhares de ossos secos… Coitado de Ezequiel. Deve ter ficado estupefato. Mas o Senhor lhe ordenou pregar e ele pregou. Às vezes pensando bem os pregadores se defrontam com templos cheios de ossos secos pois os irmãos que ali se encontram são caveiras espirituais, não sentem, nada expressam, nada ouvem, nada os atinge, são totalmente infensos aos que o pregador diz e muitos ainda levantam o fato de que o sermão foi para fulano e fulano não estava. Não ouvem o recado divino para si… Um Pastor da Colômbia me falou que por lá houve um irmão que ia fielmente aos cultos e quando estes terminavam ele ao passar à porta falava com o pregador e dizia-lhe: FALOU-LHES muito bem! E o pregador estava intrigado com o fato de que o irmão nada recebia para si. Um domingo choveu demais e só vieram o pregador e aquele irmão. Era o dia próprio. O pregador jogou em cima do ouvinte tudo que achava que ele precisava ouvir… Ao passar pela porta o tal irmão apertou a mão do pregador e disse-lhe: FALOU-LHES MUITO BEM, PENA É QUE NÃO ESTAVAM AQUI PARA OUVIR… O ouvinte fazia parte dos ossos secos de nossas igrejas que enchem os templos. Pregador, não desanime nem queira você fazer o milagre. É a palavra de Deus que vai fazer estes ossos vibrarem… Houve um ruído com a pregação do profeta e ossos se acoplaram da forma correta! Deus então mandou chamar o espírito que invocado veio e lhe comunicou vida e tais ossos agora corpos vivos se levantaram e formaram seu grande e poderoso exército! Bravos!  Até mesmo um cemitério espiritual se renova com a pregação da palavra e com o sopro do Espírito Santo. Sim, vento do Espírito Santo pois há grupos de Pastores soprando seus hálitos sobre pobres e infelizes ovelhas e chamando a isso poder sobrenatural! Esse sopro é capaz de causar náuseas ou até matar, nunca dará vida a ossos secos. Tal milagre procede do Espírito Santo de Deus.

 Pensamento para o dia: Por pior que se me apresente o auditório, se o Senhor me mandar pregar deverei fazê-lo com muito amor e total integridade.

fevereiro 15, 2010

PODEMOS ORAR O PAI NOSSO? II

Filed under: Favos de Mel — pastorjosebrittobarros @ 12:05 AM

Perdoa-nos como nós perdoamos aos nossos devedores… Mateus 6.12

Como vamos pedir perdão a Deus na base de termos liberado perdão aos que nos devem? ASSIM COMO NPÓS PERDOAMOS, que desastre! Ficaremos sem o perdão pois dizemos – Para mim ele(a) morreu! Distância é o que quero de tal pessoa! Ouvi uma senhora crente dizer: Se ao morrer eu e fulana morrer também (ambas da mesma igreja) eu vou entrar de bandinha! Que horror… Só se for no céu das formigas! LIVRA-NOS DO MAL. Como vou fazer este pedido se eu procuro o mal, ou se o deixo livre dentro do meu lar? Deus não desce do céu para livrar-nos daquilo que nós podemos nos livrar. TEU É O REINO, O PODER E A GLÓRIA. Será mesmo? Queremos glórias e honras para nós. Assim a oração modelo se torna muito difícil de ser seguida. Deus tenha misericórdia de nós.

 Pensamento para o dia: Deus procura os verdadeiros adoradores. Seja eu um verdadeiro orador da oração deixada por Jesus. Amém.

fevereiro 14, 2010

PODEMOS ORAR O PAI NOSSO? I

Filed under: Favos de Mel — pastorjosebrittobarros @ 12:15 AM

Vós orareis assim: Pai nosso que estás nos céus… Mateus 6.9

 Está a oração modelo em Mateus 6 e todos a sabemos décor. Mas será que podemos fazê-la com inteireza de alma e verdadeiramente sentindo e vivendo o que ela expressa? Vejamos alguma expressões fortes desta oração: PAI NOSSO. Isso indica que somos irmãos. Realmente você considera os outros seus irmãos? Ah! Será? SANTIFICADO SEJA O TEU NOME, como? Se nós o usamos levianamente? VENHA A NÓS O TEU REINO, como posso eu orar estas palavras se nada faço para promover o Reino de Deus? Ouvi um pregador dizer que muitos de nós oramos assim: VENHA O TEU REINO, MAS NÃO AGORA… SEJA FEITA A TUA VONTADE NA TERRA COMO É FEITA NO CÉU. No céu ninguém desconhece a Deus. E na terra? Na sua terra? Na minha terra será que fazemos a vontade de Deus. Hoje ficamos aqui, amanhã iremos adiante.

 Pensamento para o dia: Ó meu Deus, dá- me a graça de poder fazer a oração modelo deixada por Jesus para o meu uso consciente e pleno de que esta oração agrada ao Senhor.

fevereiro 13, 2010

ESTÁ AMARRADO EM NOME DE JESUS

Filed under: Favos de Mel — pastorjosebrittobarros @ 10:52 AM

Já o acusador de nossos irmãos é derribado. Apocalipse 12.10

Estou cansado de ouvir esta frase sem valor qualquer. Como é que alguns crentes se acham capazes de amarrar Satanás, mesmo querendo fazê-lo EM NOME DE JESUS? Não podemos fazer em nome de Jesus algo que Ele não faz. Ele enfrentou o diabo com a Bíblia, mandou Pedro para trás quando este se deixou dominar pelo inimigo, mandou que o inimigo saísse de tantas pessoas que escravizara, mas nunca, NUNCA o disse amarrado. Então por que nós queremos fazer isso? E se é possível amarrá-lo como é que ele continua agindo e tentando e até dominando vidas aqui, ali e além? Se alguém o amarra e ele se solta tais cordas são muito fracas… E se ele está preso a corda está muito comprida pois ele age em muitos lugares sem que outros possam amarrá-lo. O que a Bíblia diz é que temos que estar revestidos de TODA A ARMADURA DE DEUS para ficarmos firmes contra as ASTUTA CILADAS do diabo (Efésios 6.11) e Tiago adverte RESISITR ao diabo (Tiago 4.7) sujeitando-nos a Deus e o inimigo fugirá de nós. “Amarrado em nome de Jesus é invenção humana que não encontra respaldo na palavra de Deus (TODA, NÃO APENAS UMA OU DUAS ARMAS, MAS TODA QUE TEM SETE ARMAS) e opondo-nos ao inimigo e ele vai fugir.

Pensamento para o dia: Jesus já derrotou Satanás, devo ficar com Jesus e a vitória será grandiosa.

fevereiro 12, 2010

RENDIÇÃO TOTAL

Filed under: Favos de Mel — pastorjosebrittobarros @ 12:01 AM

 Pai, não seja como eu quero, mas como tu queres. Mateus 26.39

Dos muitos livros que tenho lido lembro-me bem da biografia de David Brainerd que Dr. Davis me emprestou nos idos de 1954 quando trabalhava com ele que era então o meu Pastor terreno. David Brainerd foi um jovem muito consagrado ao Senhor. Escreveu um poema de quatro estrofes, sem título que tive o privilégio de traduzir e aqui vai como desafio aos que hoje se chamam Obreiros do Senhor. Leia-o e veja se pode assinar seu nome em baixo. Inspirou-me tal poema nestes 52 anos de atividades espirituais. Versos do diário de David Brainerd, traduzido do inglês em 1954 pelo Pastor José Britto Barros.

 Oh, Amarga vergonha tenho agora
Daquele dia em que, orgulhoso, outrora,
Ao Salvador que me quis ajudar,
Altivamente, eu pronto respondi:
Quero tudo de mim, quero nada de ti!…
 
Procurou-me, porém, com gran ternura
E contemplei da cruz toda a tortura
Entre a qual pelos homens ele orou…
Então ansiosamente lhe pedi:
Quero muito de mim, quero um pouco de ti!….
 
Mas Cristo dia a dia veio me dar
As provas desse amor tão singular
Procurando do abismo soerguer-me…
Assim humildemente requeri:
Quero pouco de mim, quero muito de ti…
 
Porém, mais alto do que os altos céus,
E mais intenso do que os escarcéus,
Senhor, teu grande amor venceu-me ao fim!
Ó dá-me o que te peço e esquece que descri:
Quero nada de mim, quero tudo só de ti!

 Pensamento para o dia: Seguindo o grande exemplo deste servo do Senhor continuo tentando viver em completa rendição ao Cristo imortal dos Séculos, meu Senhor total.

fevereiro 11, 2010

MÃOS CICATRIZADAS

Filed under: Favos de Mel — pastorjosebrittobarros @ 12:03 AM

E Jesus se apresentou no meio deles e disse-lhes: Paz seja convosco! Vede as minhas mãos!  Lucas 24.36 e 39

Aconteceu na África misteriosa a história que segue, encontrada em um folheto da organização The African Challenge.

Sra. Mbadiwe sabia que o telhado de capim de seu casebre era muito velho e estava perigando, mas não tinha dinheiro para trocá-lo e seu esposo estava morto. Tinha um menino chamado Adenigi. Ela foi ao mercado vender seus bolinhos de feijão e doce de banana. O filho sempre ia com ela mas nesse dia ficou com a vizinha e teve sono e foi para a cabana e dormiu. O fogo estava destruindo a barraca quando a sra. Mbadiwe chegou. Como iria viver agora? Mas o pior – descobriu que o filho estava dormindo dentro da barraca. O sapateiro da vila era descrente e mau; o sr. Ofuoka atravessou o fogo e lá dentro acordou Adenigi e com ele segurando em seu ombro rompeu as labaredas com as mãos. O menino foi salvo mas as mãos do sr. Ofuoka ficaram totalmente desfiguradas pelo fogo. No hospital recuperou-se, mas as mãos estavam marcadas para sempre. Dois anos depois a mãe de Adenigi morreu e os vizinhos se reuniram para resolver quem ficaria com ele. Duas pessoas se ofereceram mas quando Ofuoka mostrou suas mãos cheias das marcas do fogo resolveram que ele seria a melhor pessoa para cuidar do menino e assim Adenigi foi morar com o sr. Ofuoka; só que ele não orava, não cantava hino nem liga a Bíblia e Adenigi sentia falta dessas coisas. Um dia Adenigi veio correndo para dentro de casa trazendo uma figura que alguém lhe dera. Papai, disse ele, olhe papai, este homem parece com o sr. Ele tem marcas em suas mãos. E mostrou a figura ao sr. Ofuoka que leu além da figura de Jesus estas palavras: “Vede as minhas mãos”. E o menino perguntou: Este homem ganhou estas marcas salvando alguém com você ganhou as suas me salvando do fogo? Sr. Ofuoka ficou perturbado e o menino insistiu. Se o sr. Sabe a história deste homem conte-a para mim. E o sr. Ofuoka contou-lhe a história de Jesus morrendo com as mãos rasgadas e acrescentou: MAS ISSO É UM CONTO DE FADAS, EU NÃO ACREDITO. Mas papai, disse Adenigi, se alguém olhar suas mãos cicatrizadas pode dizer que não acredita mas isso não mudará a verdade. Mesmo que o sr. não acredite que Jesus morreu para nos salvar  mas sua descrença não fará que isso não tenha acontecido. Eu creio que Ele adquiriu essas marcas salvando alguém. O tempo passou, o menino guardou o quadro e o sr. Ofuoka procurou uma Bíblia, leu a história de morte de Jesus e reconheceu que Jesus ganhou aquelas marcas para salvar a sua alma e ele aceitou Jesus como o seu Salvador. “Vede as minhas mãos”. Elas foram rasgadas por mim e por ti. Aceita pois o grande livramento que Jesus oferece.

Pensamento para o dia: Como poderia eu salvar-me se Jesus não se dera por mim no Calvário? Maravilhoso o amor que me constrange a amá-lo por toda a minha vida.

fevereiro 10, 2010

UMA GRANDE MULHER RESSUSCITADA

Filed under: Favos de Mel — pastorjosebrittobarros @ 12:01 AM

Quando Pedro chegou a Jope o levaram ao quarto onde estava o corpo de Dorcas e todas as viúvas o rodearam chorando e mostrando as túnicas e vestidos que Dorcas fizera quando estava com elas. Atos 9.39

 A parte final do capítulo nove de Atos fala morte de Dorcas e do milagre que Deus operou através de Pedro trazendo-a de volta a vida. Muita coisa tem sido dita e escrita sobre este fato sobrenatural. Para alguns ela não estava morta, apenas sofreu um ataque que a deixou como se morta fôra. Mas tem algo a aprender deste fato. 1. Pessoas crentes e fiéis e operosas não estão vacinadas contra problemas. A teologia da prosperidade e da imunidade não tem vez no ministério de Cristo e na vivência dos servos de Deus do Novo Testamento como também aconteceu com servos do Senhor e até com os profetas do Velho Testamento; você, eu, todos que cremos e trabalhamos para Deus, todos que crêem em Jesus não estamos vacinados contra os problemas do viver terreno; Jesus mesmo disse: “No mundo tereis aflições”. (João 16). 2. A nossa vida deve beneficiar segundos e terceiros. Dorcas viúva se pôs a trabalhar costurando túnicas e vestidos para outras viúvas. Muitas vezes queremos nos esconder atrás de nossos problemas e dores para nada fazer aos  que nós estão carecendo receber ajuda mas assim não devemos agir pois nossa vida deve ser canal de bênção para outros. 3. Quando Deus quer agir não depende dos gritos e clamores de fanáticos que se apresentam ao público. Pedro foi muito simples no seu agir. Mandou que saíssem todas as pessoas e orou de joelhos e o milagre aconteceu sem os gritos de ninguém. 4. Os resultados glorificaram a Deus com a conversão e mudança de vida de outras pessoas. Você já ouviu alguns “testemunhos” pelo rádio ou pela TV de pessoas que participaram da “sessão do descarrego” numa das igrejas da época? O que dizem é que receberam carro, casa, lojas, libertação… mas nada dizem de sua vida transformada e abandono de pecados… tudo o que é dito é do aspecto físico e material. Algo deve estar errado pois “O Reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça e paz e alegria no Espírito Santo” (Romanos 14.17). 5. Temos que aproveitar o tempo que nos resta pois não sabemos quantos dias, meses, ou anos nós ainda temos para fazer o que Deus quer que façamos em nossa peregrinação terrena. Dorcas voltou à vida e recomeçou seu grande trabalho para glória de Deus.

Pensamento para o dia: Tenho que ver no livro sagrado como os fatos divinos aconteceram para que não me confunda com as atividades mundanas de tantos falsos operadores de milagres que pululam por aí.

fevereiro 9, 2010

UM APÓSTOLO ASSASSINADO POR UM DÉSPOTA

Filed under: Favos de Mel — pastorjosebrittobarros @ 11:58 PM

E por aquele mesmo tempo o rei Herodes estendeu as mãos sobre alguns da Igreja para os maltratar; e matou à espada Tiago, irmão de João. Atos 12. 1 e 2.

Naqueles dias ser crente em Jesus era crime e crime de morte. O rei  Herodes estendeu as mãos e mandou matar Tiago à espada, e somente ele era um dos Apóstolos de Cristo. Se tal coisa entre nós do Brasil (porque em outros lugares isso ainda está em uso) estivesse em uso será que teríamos tantos e tantas querendo ser chamados de Apóstolos e Apóstolas, de Bispos e Bispas? Rá! Rá! Rá! Teríamos não! Com certeza não! Pois os que tais pretendem não são as atividades dos Apóstolos verdadeiros e sim as honrarias e benesses que se lhes advêm de tais posições que ocupam para usurpar os humildes e crédulos servos do Senhor. Pois Herodes mandou matar Tiago por ser Apóstolo e ele o era de verdade mas pagou com a vida sua fé e suas obras. Que proveito houve para o reino de Deus tal sacrifício? Porque Deus permitiu tal barbaridade? Onde estava Jesus que interferira dominando Saulo, o grande perseguidor dos crentes? Por que impedira Saulo de ir matar crentes em Damasco e agora não impedira sacerdotes de todo o conselho e todos os outros que se mancomunaram contra Estevão e por fim o apedrejaram cruelmente? Por quê? Por quê? Por quê? Por que não impediu outros crimes contra cristãos verdadeiros nestes quase dois mil anos de história da Igreja? Eu não tenho respostas para tais perguntas mas tenho a garantia de que aos fiéis está reservado um tesouro ímpar – a coroa da vida pois assim está escrito! “Sê fiel até a morte e dar-te-ei a coroa da vida” (Apocalipse 2.10). Isto bastou a Tiago e a milhares de cristãos do século I assim como aos daí para frente que também pagaram com seu sangue o preço da fidelidade. Praza aos seus que mesmo sem entender porque Deus  tais sofrimentos permite sejamos achados fiéis.

 Pensamento para o dia: Não me empolgue o título que eu tenha, seja-me importante o permanecer fiel ao meu Senhor que me amou e por mim deu a sua vida. Amém.

fevereiro 8, 2010

O ANO ACEITÁVEL DO SENHOR

Filed under: Favos de Mel — pastorjosebrittobarros @ 11:53 PM

O Espírito do Senhor está sobre mim pois me ungiu para apregoar o ano aceitável do Senhor, Lucas 4.18 e 19.

 Um dos encargos de Jesus seria o de apregoar o ano Aceitável do Senhor, ou seja, o ano do jubileu. No ano do jubileu cancelavam-se todas as dívidas, as sentenças de prisão eram comutadas, as terras voltavam aos seus antigos proprietários e todos deveriam perdoar os antigos ressentimentos. Esta era a determinação da lei de Moisés e Jesus deveria apregoar o advento desse ano jubilar pois ele pagaria todas as dívidas e cumpriria todas as sentenças dos réus que estivessem condenados! Maravilhoso o encargo o de Cristo. Ele é o concretizador das promessas divinas, aquele que nos liberta das condenações e penas a que estávamos sujeitos por causa dos nossos abomináveis pecados. E tudo o que perdêramos por causa de nossas transgressões Ele nos fará possuir novamente através de sua graça restauradora e eficaz. Façamos deste ano jo ano do nosso jubileu quando estaremos concretizando os planos de Deus para o seu povo, planos de libertação e de retorno aos seus ideais. O ano do jubileu só nos é possível como ano aceitável do Senhor porque Jesus pagou todas as nossas dívidas e assim fomos libertados gloriosamente e readmitidos na posse das heranças da graça que o pecado nos roubara mas que se tornam outra vez nossa propriedade pelos méritos de Jesus. Para o crente o ano do jubileu está garantido pela Cruz de Cristo, onde está pregada a cédula de nossa dívida e onde está selada a escritura de nossas propriedades eternas. Temos então o privilégio de viver uma vida abundante às expensas de Jesus, nosso provedor mor. Oxalá saibamos desfrutar tal privilégio!

Pensamento para o dia: Quando Jacó foi chamado do Egito com toda sua família ainda haveria 5 anos de fome, mas todos eles foram sustentados por José! Jesus é o José do nosso sustento nestes anos que ainda nos restam de lutas e provações!

Próxima Página »

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.